Top 5 piores erros nas Redes Sociais (e como evitá-los)

  • Top 5 piores erros nas Redes Sociais (e como evitá-los)

Quem quer ter uma boa presença online e ver esse esforço sendo revertido em mais vendas para a sua empresa não pode se dar ao luxo de contar com uma estratégia repleta de erros nas redes sociais.

Hoje em dia, plataformas como o Facebook, Instagram ou Twitter estão entre as principais formas de comunicação de uma empresa com o seu público — e danos graves causados ali podem significar um prejuízo alto no fim de um semestre.

Por isso, listamos abaixo os 5 mais comuns erros nas redes sociais e como resolvê-los. Continue lendo para saber mais!

1. Confiar no “seu sobrinho” para cuidar das suas redes sociais

Um dos piores erros nas redes sociais que uma empresa pode cometer é não levar a sério o trabalho realizado. Muitos empresários acham que um perfil nessas plataformas é “modismo”, ou “irrelevante” ou mesmo “opcional”.

Com isso em mente, eles não contratam agências ou profissionais especializados no assunto e acabam confiando em profissionais amadores ou no acúmulo de funções dos seus atuais funcionários que não foram treinados para operar nas redes sociais.

E como resolver? Basta contratar profissionais ou uma agência especializada em operar nas mídias sociais, com estratégia e uma postura orientada na busca por resultados.

2. Não adaptar sua estratégia para as características de cada rede

Você sabe dizer qual rede social é mais indicada para um trabalho de marketing efêmero e qual delas dá melhores condições para a segmentação de contatos ou ações de âmbito local? Se não sabe responder, não é necessário se sentir intimidado: grande parte das empresas também não sabe.

E, por não saber, muitas acabam cometendo o erro de não adaptar sua estratégia de marketing para as características e particularidades de cada rede site disponível atualmente. Assim, ficamos com empresas que possuem perfis em 7 ou 8 redes, mas sem utilizar nenhuma delas com qualidade.

Mas isso também é tranquilamente trabalhado. Conhecimento é a chave para resolver esse problema no trato com as redes sociais. Algumas delas, como o Facebook, oferecem até um material de suporte com dicas e insights sobre como utilizá-las.

3. Confundir “personalidade” com “gracinhas” nas redes sociais

Parece senso comum que um perfil “engraçadinho” nas redes sociais funciona muito bem, gerando muita atenção da mídia e também dos consumidores. Realmente: não há nenhum problema em ser engraçado ou apostar em um pouco de bom humor nas suas estratégias de comunicação — o problema reside quando isso se torna regra.

Um dos erros mais comuns é achar que toda empresa precisa ser atualizar em relação aos tão comuns memes, por exemplo. O mais importante, na verdade, é que a sua marca tenha uma personalidade nas redes e que isso seja sentido pelos seus consumidores.

Por isso, faça um estudo com o seu público-alvo para entender qual o melhor tipo de linguagem e personalidade para se comunicar com ele.

4. Não interagir com os seus seguidores e fãs nas redes sociais

As redes sociais nasceram justamente para facilitar a comunicação humana. Sendo assim, ignorar a função básica dessas ferramentas é um dos piores erros que uma empresa pode cometer na Internet.

Não se engajar na interação com os seguidores diminui o interesse pela sua marca e dificilmente gera algum resultado positivo.

Converse com seus seguidores! Proponha discussões interessantes sobre o seu ramo de atuação, faça perguntas, responda comentários e mantenha a conversa viva para ter um público engajado.

5. Não tentar converter seguidores em clientes para a empresa

Um dos erros nas redes sociais mais comuns é mais um problema de estratégia do que de execução: não converter seguidores em clientes.

No fim do dia, um dos fatores principais para uma estratégia de marketing é se ela está gerando retorno ou não; se ela gera novos clientes ou não. E se sua ação nas redes sociais não está focada nisso, então você está cometendo um grave erro.

Tente incluir desde o início do seu planejamento a estruturação de um funil de vendas pensado para as redes sociais.

E você, já cometeu algum outro erro nas suas campanhas? Conte pra gente nos comentários abaixo e compartilhe sua experiência com os leitores!